#1


Seja conduzindo o grupo com segurança na bateria ou acrescentando timbres raros e comentários criativos na percussão, Michelle Abu é uma referência entre os ritmistas brasileiros. Baiana de nascimento e universal por convicção, seu toque se tornou conhecido pelo público e reconhecido pelos colegas músicos. Em seu disco de estréia, Michelle Abu, a artista mostra um lado diferente de sua personalidade, assumindo o centro do palco e apresentando-se como band-leader, cantora, compositora e guitarrista. Roqueira sem perder o pulso ou a baianidade. “Classificados”, a canção que abre o disco, é uma amostra do que vem pela frente. Na composição, parceria com Kléber Albuquerque o protagonista está empenhado em uma busca – romântica? existencial? – que deve ser levada às últimas consequências. “Eu te procuro, em cada beco escuro, em cada canto”, canta o personagem. A urgência é potencializada pelas guitarras de Cássio Calazans, responsável pelo arranjo, o baixo e as programações e pela (s) voz (es) de Michelle, que também se encarrega da bateria, do bongô, do cowbell, das pandeirolas e do mini moog.

Cássio produziu e dirigiu o disco. Baiano radicado em São Paulo há mais de uma década, a exemplo de Michelle, o músico e produtor que já trabalhou com Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Timbalada, Riachão e Léo Maia, só para nomear alguns, permitiu que a ritmista desse vazão a seu impulso criativo. Michelle é roqueira. No final dos anos 1990, antes de participar da Banda Dindá ou acompanhar Margareth Menezes, a menina estreou tocando violão e percussão com DendêcumJah, quarteto girl power que fez sucesso em Salvador. Em 2003, quando chegou a São Paulo como baterista do Maria + Zé, teve seu batismo de fogo abrindo para o Ira! no Kasebre, reduto roqueiro da pesada – isso faria com que se aproximasse do guitarrista Edgar Scandurra e mais tarde de Arnaldo Antunes. Este disco de estréia, por sinal, é uma consequência direta do grupo Reféns que manteve com o músico Rovilson Pascoal – à qual se soma o fato de “nunca ter tido sorte com vocalistas”, brinca Michelle.

Além de Kléber, que divide com Michelle a autoria da psicodélica “Leve seu cão (pra pensar)”, há outros convidados no CD. Scandurra empresta seu talento explosivo para “Desespero”, composição de outro baiano, Luciano Silva, enquanto Arnaldo Antunes é parceiro da baterista na auto explicativa “Gangorra” (“as vezes rezo pra Deus, as vezes não acredito, as vezes sou bem ateu, em outras vezes duvido”). Cássio contribui com “Igual”, que tem a voz de Taciana Barros, e divide com MC tio Fresh e Michelle o ska “Cidade Cinza”. Com Tito Bahiense nasceu a parceria de “Ponto final” e as três canções restantes são assinadas por Michelle. “Ser de ninguém”, em que Candy Nunes participa, “Cada segundo”, que flerta com surf music, e “Filha de pai” onde Michelle mescla a ascendência com a técnica que adquiriu conduzindo o tempero baiano com um compasso 7/4 nervoso.

Uma estréia tecnicamente à altura de uma grande ritmista e surpreendente pela abordagem despreocupadamente juvenil.

LUIZ CHAGAS
Multi-instrumentista de atuação diversificada, Michelle Abu transita facilmente por diferentes estilos musicais, que vai desde a música popular ao rock nacional, até ritmos regionais e de raiz; imprimindo em todos eles suingue e marcas próprios, resultado de 20 anos de estrada.

Seja conduzindo o banda com segurança na bateria ou acrescentando timbres raros e comentários criativos na percussão, Michelle Abu é uma referência entre os ritmistas brasileiros. Em 2011, foi selecionada pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo (Proac) para produzir e lançar seu primeiro disco solo, produzido por Cassio Calazans (Salvador/BA).

Baiana de nascimento e universal por convicção, seu toque se tornou conhecido pelo público e reconhecido pelos colegas músicos. Em seu disco de estréia, #1, a artista mostra um lado diferente de sua personalidade, assumindo o centro do palco e apresentando-se como band-leader, cantora, compositora e guitarrista. Roqueira sem perder o pulso ou a baianidade, Michelle também se encarrega da bateria, do bongô, do cowbell, das pandeirolas e do mini moog.

Como instrumentista, Michelle Abu já atuou com grandes artistas da cena musical nacional e internacional como Lobão, Ira!, Elza Soares, Riachão, Baby do Brasil, Maria Alcina, Márcia Castro, Aldo Brizzi (ITA), destacando-se no trabalho com Arnaldo Antunes, Edgar Scandurra e Toumani Diabaté, em turnê internacional com o A Curva da Cintura.

Na Bahia, sua terra natal, formou em 1997 a banda DendêCumJah, bastante presente no circuito teen de Salvador, tocando ritmos como rock e reggae. Nos anos seguintes, entrou na banda de percussão feminina Didá como baterista (percorrendo todo o Brasil) e passou a tocar também com diversos artistas baianos, como Margareth Menezes, Roberto Mendes, Silvia Patrícia, Alex Mesquita, além de viajar em turnê com o Circo Picolino por dois meses pela França, como baterista, em 2001.

Em São Paulo, onde se instalou em 2003, Michelle é convidada para gravar o cd e dvd Acústico MTV Ira!, participando também como percussionista durante a turnê de divulgação do trabalho em 2004 e 2005. Em suas andanças, também dividiu o palco com renomados artistas da música brasileira, como Cássia Eller, Sandra de Sá e Daúde, Zeca Baleiro, Caetano Veloso, Virginia Rodrigues, e foi indicada ao Troféu Caymmi na categoria de melhor percussionista/baterista de 2001.

Atualmente, é baterista da banda Palavra Cantada e faz parte da nova formação da banda de punk rock Mercenárias. Recentemente recebeu ‘Menção Honrosa’ no Prêmio da Música Brasileira 2015, e dedica-se cada vez mais ao seu trabalho solo como cantora e compositora, além de baterista, percussionista e guitarrista, buscando um rock que se identifique cada vez mais com suas raízes essencialmente brasileiras

AGENDA


18/03/2016 - Filipe Catto

Filipe Catto - Tur Tomada Porto Alegre Bar Opinião


12/03/2016 - Show Nô Stopa

Show Manifesto Poesia Nô Stopa Sesc Belenzinho as 21h


06/03/2016 - Show Michelle Abu #1

Show #1 Sesc Santos as 18h


21/02/2016 - As Mercenárias

Show Festival 180 Graus Sao Paulo


20/02/2016 - Filipe Catto

Parque Villa Lobos Alpha FM


19/02/2016 - Maria Alcina

Show Sesc Belenzinho 21:30hs


09/02/2016 - As Mercenárias

Show Sesc Ypiranga


06/07 e 08/0 - Larissa Luz

Show Carnaval Salvador


18/07/2015 - Palavra Cantada

Shows palavra Cantada Sesc Pinheiros


17/07/2015 - Tambores do Rock Michelle Abu#1 e Gustavo Da Lua

2 percussionistas lançando seus trabalhos autorais. Serralheria


11/07/2015 - Mercenárias

Festival Pandemia sesc Birigui Araçatuba


11/07/2015 - Michelle Abu#1

Show Festival Pandemia Sesc Birigui Araçatuba


10/07/2015 - Show Dê um Rolê Novos Baianos

Homenagem Novos Baianos Sesc Pinheiros com márcia Castro, Anelis Assunção e Curumim.


21/06 - Palavra Cantada

Show Palavra Cantada Virada Cultural


29/05 - Mercenárias Festival A Base

Festival A Base Tempo Club - Rua 13 de maio, 830 São Paulo SP As Mercenérais Trigre Dente de Sabre Punk Analógico Anvil FX Miguel Berell...


24/05 - Show Mercenárias CCSP Centro Cultural São Paulo SP

Banda de mulheres de Punk Rock da década de 80 . Atualmente Michelle Abu assumiu a bateria de power trio.


28/04/2015 - Mercenárias - Puxadinho da Praça (SP)


25/04/2015 - Palavra Cantada - Maceió


22/04/2015 - Show ao vivo - Netshow.me


14/04/2015 - São Paulo Fashion Week - Desfile Ellus


10/04/2015 - Show Michelle Abu #1

Show Michelle Abu#1 Sesc Consolação


20/03/2015 - Michelle Abu#1

Evento Doizera Shows Michelle Abu e Guizado Mundo Pensante Rua 13 de Maio 825 as 22hs


11/03/2015 - Show de lançamento do disco Michelle Abu #1

SESC Pinheiros, São Paulo - SP


07/03/2015 - Show Michelle Abu #1

Araçatuba - SP





BLOG


Kiss FM Ao Vivo!!

Show #1 Ao Vivo


Compre o Disco

Entre em contato e compre o disco diretamente de nós. Somente com acréscimo do custo de envio.
Clique aqui para comprar


Michelle Abu no Sesc Consolação!

Confira as fotos do show que aconteceu no último dia 10 de abril.


Michelle Abu é destaque no Vozes do Brasil

A radialista Patrícia Palumbo, da Rádio Eldorado, conversou com ela


Se liga no teaser dos shows do disco #1

Em março, Michelle Abu apresenta seu disco em São Paulo. Confira!


Confira Michelle Abu no programa Mosaico Baiano

A multi-instrumentista falou sobre seu primeiro disco solo. Assista ao vídeo!


Participe do Concurso Cultural: Eu quero tocar como Michelle Abu!

Responda a pergunta e concorra a um par de baquetas autografada pela multi-instrumentista.


Disco solo de Michelle Abu, #1, na Rolling Stone de janeiro!

Confira a resenha assinada por Henrique Araújo


Rock no Circo!!

Dia 20/11 tem o Evento Rock no Circo com shows de Michelle Abu e Naná! No Circo Para Todos Funarte. Infos em breve!


Mercenária

No sábado Michelle toca com a banda de punk rock " As Mercenárias" na Matilha Cultural. O rock vai rolar!!! as 22hs!


Wanessa Altas horas

Michelle Abu grava programa do Altas Horas com a cantora Wanessa q vai ao ar no sábado 11/10. Fiquem ligados!!


Escute "Classificados"

Portal da revista Rolling Stone lança com exclusividade o primeiro single do disco Michelle Abu #1.

fotos


imagem imagem
imagem imagem imagem imagem imagem imagem imagem
imagem imagem imagem imagem imagem imagem imagem
imagem imagem imagem imagem imagem imagem imagem
imagem imagem imagem imagem imagem imagem imagem
imagem imagem imagem imagem imagem imagem imagem
imagem imagem imagem imagem imagem imagem imagem

instagram



twitter



facebook




Clipping:




Contato pra shows:

Diletto Produções



Imprensa:

Adriana Baldini - dribaldin@hotmail.com

Tel.: 11 99271-5483